sexta-feira, 15 de maio de 2009

Perpétua

Entre a lucidez intermitente
e o abismo onírico sem fim,
a insônia é o cárcere sem grades
que aprisiona o homem
por dentro...

4 comentários:

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

ser preso por dentro é complicado

aeronauta disse...

Moço, moço, onde você anda, você e sua moça? Estou com saudades.

Psicodellicuss Girl disse...

Adorei o blog.
Vou visitar sempre :D

aeronauta disse...

Volte, homem de Deus!